0 item(s) - 0,00 €

Item(ns) recentemente adicionados

O seu carrinho de compras está vazio
Comparar 0 item(s)
Não existem itens para comparar
  1. Início
  2. Ben Carson
Ben Carson

Ben Carson

17,50 €

Disponível

- Biografia
- Ben Carson
- Brochura

Detalhes

Descrição

Ben Carson era um menino pobre de Detroit, desmotivado, que tirava más notas na escola. Entretanto, aos 33 anos, ele se tornou o diretor do Centro de Neurologia Pediátrica do Hospital Universitário Johns Hopkins, em Baltimore, Estados Unidos. Em 1987, o Dr. Carson alcançou renome mundial por seu desempenho na bem-sucedida separação de dois gêmeos siameses unidos pela parte posterior da cabeça – uma operação complexa e delicada que exigiu cinco meses de preparativos e 22 horas de cirurgia. Sua história, profundamente humana, descreve o papel vital que a mãe, uma senhora de pouca cultura, mas muito inteligente, desempenhou na metamorfose do filho, ajudando a transformar um menino sem perspectivas em um dos mais respeitados neurocirurgiões do mundo.

 

LEIA UM TRECHO

Capítulo 19 - Separando os gêmeos

A cirurgia nos gêmeos de 7 meses começou no fim de semana, sábado, 5 de setembro de 1987, às 7h15 da manhã. Escolhemos esse dia porque o próprio hospital estaria menos ocupado, com abundância de pessoal disponível. (Não marcamos cirurgia facultativa para os fins de semana.) Mark Rogers aconselhou os pais a ficarem no quarto do hotel durante a operação para que pudessem ter algum descanso. Como havíamos previsto, eles descansaram muito pouco e se revezaram perto do telefone o tempo todo. Durante as 22 horas que se seguiram, um dos médicos telefonava para os Binder a fim de mantê-los a par de cada estágio da penosa experiência.

Os cirurgiões cardíacos Reitz e Cameron, depois de anestesiar os gêmeos, inseriram cateteres da espessura de um fio de cabelo nas principais veias e artérias para monitorar os meninos durante a operação.

Com as cabeças dos meninos posicionadas de maneira a impedi-las de pender e causar pressão indevida sobre os crânios depois da separação, cortamos o couro cabeludo e removemos o tecido ósseo que prendia os dois crânios, preservando-o com cautela a fim de que pudéssemos usá-lo posteriormente na reconstrução dos crânios.

Em seguida, abrimos a dura – a cobertura do cérebro. Isso foi muito complexo por causa das várias convoluções ou áreas tortuosas na dura e nas planícies durais entre seus cérebros, bem como por causa de uma artéria grande e anormal que passava entre os dois cérebros que tinham de ser seccionados.

 

Detalhes do Produto

Formato: 14 x 21

Número de páginas: 222

ISBN: 9788534517904

Acabamento: Brochura

Características do Produto

Peso (kg) 0.2390
Dimensões (cm) 21 x 14
Cor Branco
Editora Casa Publicadora Brasileira

Escreva a sua análise

Como classifica este produto?

Qualidade
Preço
Valor